leram-me

sábado, 23 de agosto de 2014

Agosto

Agosto passa lento, devagar...ora frio, ora quente... como se de um mês de Verão se tratasse.
Agosto fincou pé e não saiu do sítio. Afogou-me em nostalgia...do que já foi e do que nunca chegou a ser. Trouxe-me à memória vivências dignas de Agostos...outros, que não este.
Agosto teima em passar devagar...sombrio e triste, sedento de sol e de sorrisos, frio e cinzentão.
Não me lembro de Agostos com pés frios...mas não é essa frieza que mais incomoda.
#beach #sparkle  ♥ . . ✿⊱╮. #beautiful . . ★ . . ╭✿⊰ ♥ . . ★ . . ♥ ☽★☀☆☾

terça-feira, 12 de agosto de 2014

Fica o céu a ganhar...

A primeira recordação que tenho de me rir até doer a barriga foi com o filme "Good Morning Vietnam". Ao lado do meu pai, também ele dono de um humor ímpar, ouvíamos o radialista Adrian Cronauer e admiravamos o génio por trás da personagem. Ainda hoje, nos dias de chuva, o citámos a duas vozes "o tempo vai estar chuvoso e merdoso..." acompanhado de gargalhadas. Depois emocionei-me e percebi o que realmente é ser professor, com "Oh Captain, my Captain" John Keating e o seu Clube dos Poetas Mortos...sonhei com Peter Pan e com o Génio da Lâmpada...ri muito com os disparates de Mrs Doubtfire, mas também entendi o que um bom pai é capaz de fazer para estar ao lado dos filhos, percebi que rir é de facto contagioso e um ótimo remédio com Patch Adams, engasguei-me com as gargalhadas provocadas pelas confusões léxicais de Dr Kosevich, com a "bichice" de Armand Goldman, com a inocência, fragilidade e loucura de Jack Powell e tantos tantos outros. A mestria é assim...toca corações, marca vidas, acrescenta léxico, faz pensar e aprender. Só um actor de excelência é capaz de tornar um filme eterno e inesquecível ...assim é Robin Williams. Para mim, alguém que não tem medo de arriscar, não tem receio do ridículo...apenas se entrega e faz magia! Infelizmente até os sorrisos mais rasgados escondem os piores dos fantasmas...Eternizou-se neste mundo, fez-nos rir e chorar... possivelmente achou que o o céu precisava de rebolar no chão...ou nas nuvens...com as suas maluquices...e partiu...a meu ver, cedo demais. Gostava de ter visto mais...

 
...na falta de mais, fica a lembrança do sorriso de menino, escondendo, porventura, amarguras de um homem feito.

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Parabéns a mim!



Ontem foi dia de aniversário.
Dantes não gostava de celebrar os aniversários. Eram dias tristes porque nunca tinha ninguém, além da família mais próxima, para celebrar comigo! Afinal, Agosto é mês de férias...
Agora o meu marido surpreende-me a cada ano...junta (não sei bem como) grande parte dos amigos e faz-me sempre sentir única e especial...e esse é o propósito dos aniversários, ou não? Apesar das velinhas já serem muitas, dou por mim a ansiar o próximo dia 7 de Agosto!