leram-me

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Up, Altamente! . . . e não é que é mesmo???

Há filmes que nos marcam para uma vida. Este foi um deles. Já o vi pelo menos umas três vezes e sempre me comovo com a história e a mestria incrível de quem o fez! É de louvar que quem escreva um filme para crianças pense também nos adultos que as acompanham, para não ser uma verdadeira seca! O Up, Altamente tem esta vertente adulta e traz-nos a mais ternurenta lição de vida! De facto viver um amor nem sempre é fácil...adiar os planos por causa das contrariedades também não...e passa-se assim com quase todas as famílias que eu conheço. Quando nos revemos numa história há um sentimento bom dentro de nós, pois percebemos que não somos os únicos a sentir assim...deixa de haver a estranheza. Este filme tem tudo! Mas sem sobra de dúvida que o percurso a dois, desde a infância até à terceira idade, de um casal tão, mas tão doce e incrivelmente apaixonado e cúmplice, é a minha parte preferida...não há um "e foram felizes para sempre!", não há beijos apaixonados no final...mas há a certeza de dever cumprido! Haverá algo melhor do que isso?

video

Sem comentários:

Enviar um comentário