leram-me

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Vence!

"Bia, reza à tua Santa Rita para a operação da tia correr bem..."
"Madrinha não te preocupes. Vai correr tudo bem!"
 
Com esta certeza me deitei e dormi uma noite descansada, livre de pesadelos que outrora me inundavam horas a fio. Pensei em dizer umas orações, daquelas que aprendi na catequese, e que, pela repetição, se tornaram quase maquinais. Não as disse. Proteção era a única palavra que me preenchia o pensamento. Foi com ela que adormeci...e foi com ela que acordei. Quero ter a mesma certeza da minha doce princesa, aquela certeza que só as crianças têm. Hoje o dia será de mudança. Mas, ao invés de ser uma mudança pesada e cheia de lamentações, gostava que fosse o ponto de viragem da fé que foi abalada com a morte que nos assombrou em Julho. Quando morreu o meu avô, a fé foi posta em causa, perdeu-se a esperança e o cancro passou a ser o inimigo invencível, destruidor e implacável! Hoje quero acreditar que tudo isso mudará! Hoje quero acreditar que serás uma vencedora e ditarás o fim da descrença. Porque vencer esta peste vai ser possível! Porque tu vais mostrar que ainda pode haver esperança. 
O dia será longo com toda a certeza. Será de memórias que não queremos lembrar. Mas será também de vitórias. 
Amanhã começará a luta da cura...dura, é verdade, mas apenas com um objetivo: vencer!

1 comentário:

  1. e que seja uma vencedora com um sorriso nos lábios. um beijinho grande su

    ResponderEliminar